19/05/2016 17:21:03

Aprendizagem e afetividade da criança

Os primeiros anos de vida de uma criança marcam profundamente seu modo de pensar e interagir com o mundo que a cerca. A psicopedagoga Denise Caramori fala sobre a importância dos pais no processo de aprendizagem dos filhos.

Denise Caramori de Souza - Psicopedagoga clínica e institucional Graduada em Letras. - Foto: A. Frota / Revista Corpo & Mente.

Nossa capacidade de pensar e nos relacionar se desenvolve juntamente com nossos músculos e ossos, e isso desde que nascemos, sendo assim, as crianças que aprendem mais são as que vivem em um ambiente com mais estímulos, as que podem experimentar mais coisas.

Estudando como o cérebro aprende, os cientistas chegaram a conclusão que de 0 a 6 anos a criança pensa logicamente, mas precisa fazer para aprender.

Os primeiros anos de vida de uma criança marcam profundamente seu modo de pensar e interagir com o mundo que a cerca, é nessa fase que se formam com mais intensidade as conexões cerebrais, demostrando que embora o aprendizado jamais tenha fim, as bases são lançadas em grande parte já na infância.

A aprendizagem não é só cognitiva!

Quando usamos a palavra aprendizagem, devemos considerar também as dimensões psicológicas e biológicas, essas dimensões são integradas, por exemplo, quando uma criança está feliz, aprende mais, quando está cansada, triste, aborrecida ou com medo, está menos disposta a aprender.

Os sentimentos exercem forte influência na atenção, na percepção e na memória. Por isso é muito preocupante ouvir uma criança dizer que a escola é chata, ou vê-la chegar ao ambiente escolar com uma expressão de tristeza. Observe se os motivos estão relacionados à escola ou a problemas com a família ou ao convívio social.

Converse com seu filho, mantenha um bom vínculo com a coordenação e os professores da escola de seu filho.

Tanto o Lar da criança quanto a escola que ela estuda tem de ser um lugar emocionalmente saudável, agradável, onde os limites são construídos, e não impostos, nas bases do amor e da confiança mútua, onde a criança pode aprender fazendo, experimentando, errando, tentando e criando.

Conheça a proposta pedagógica da escola de seu filho, apresente-se aos professores dele, familiarize-se com o ambiente que seu filho frequenta, descubra quais são as regras do colégio e ajude a passá-las ao seu filho, valorize e apoie o professor, vá às reuniões da escola e, se não compartilhar a mesma opinião do professor, converse com ele a sós, informe-se quando será o período de provas, acompanhe o que a criança está aprendendo e observe caso ela esteja com dificuldades nas tarefas.

Os estímulos que a criança receber do ambiente, as dificuldades que encontrar e as adaptações que fizer para sobreviver vão definir os caminhos de seu desenvolvimento, em um ambiente de vínculos fortes, respeito, informação e motivação.


Denise Caramori de Souza
Psicopedagoga clínica e institucional Graduada em Letras

Pós-Graduada em Estudos da Linguagem Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia – ABPp12994
Curso “Relação Mãe/Bebê - Psicologia Gestacional
Capacitada no Programa de Neurociência/Intervenção em Leitura e Escrita – Rafael Silva Pereira
Capacitada na Alfabetização pelo Método Boquinhas – Renata Jardini
Curso de Neuropsiquiatria dos Transtornos do Espectro do Autismo
Rodas de Leitura, Linguagem e Contação de Histórias
Terapeuta em Formação nas Constelações Familiares Sistêmicas, segundo Bert Hellinger
• Atua na área do Desenvolvimento Cognitivo de Crianças e Adolescentes, potencializando e atendendo às necessidades individuais de forma preventiva e terapêutica;
• Oferece através de estimulação, mediação e intervenção, ferramentas necessárias para que estudantes possam superar os limites impostos por alguma necessidade ou patologia e assegurar-lhes um desenvolvimento global e afetivo;
• Orienta professores e instituições, facilitando o processo de aprendizagem de crianças e adolescentes em todas as fases do ensino escolar;

A Psicopedagogia é uma área que vem para somar, trabalhando em parceria com diversos profissionais da Saúde e Educação.

Instituto Pedro Saturnino
Tel. (67) 3422-7455
Rua Ponta Porã, 1580 - Jardim América

Comentários

  • Verá Michel
    Verá Michel 20/05/2016 13h53min

    Muito interessante todos deveriam ler.Parabens